segunda-feira, 6 de agosto de 2007

Doces d’ovos com amêndoa

Das ideias simples…


Não sei se já terei tido aqui oportunidade para dizer que tenho a sorte de receber todas as semanas produtos fresquíssimos vindos da quinta da minha avó. Os ovos que me manda são fabulosos e dão uma cor fantástica a tudo o que faço com eles.
Aproveitando que tinha imensos ovos e que estou prestes a ir de férias, lembrei-me de os aproveitar fazendo estes pequenos docinhos, acompanhamento perfeito para o café, o chá, ou mesmo sem qualquer companhia.
São precisos 18 ovos + 2 (na verdade, são apenas 18 gemas + 2), 250 grs de açúcar, 100 grs de água, farinha q.b., amêndoa laminada q.b. e açúcar em pó q.b..
Leva-se a água e o açúcar ao lume (15 minutos depois de levantar fervura, ou até ficar em ponto). Retira-se do quente e deixa-se arrefecer. Quando aparentar estar morno, juntam-se as 18 gemas de ovo. Leva-se de novo ao lume para cozer, sem parar de mexer, até começar a soltar-se do tacho.
Nessa altura, verte-se para uma taça, até que arrefeça e ganhe solidez. Eu deixei umas 12 horas no frigorífico.
Depois, com as mãos enfarinhadas, fazem-se pequenas bolinhas (voltei a leva-las ao frio porque é muito difícil trabalhá-las quando ficam moles). Passam-se por gema batida (as tais +2) e fazem-se rolar sobre amêndoa laminada torrada, levemente partida com as mãos. Polvilham-se com açúcar em pó de colocam-se em forminhas de papel.

18 comentários:

Elvira disse...

Esses docinhos são um pecado autêntico!

O Cravo da Índia disse...

Nem sei que te diga!!!
Vai pensando num nome para a pastelaria:)

Laurinha disse...

Ai, que delícia, que perdição!!! Estão lindos!
Beijinhos,

Beto disse...

Começa a pensar em fazer estes doces que eu for a tua casa!!
Bjs

Dinha disse...

Delicados e lindos!!!

Migas disse...

Que bolinhos maravilhosos! Impossível comer só um! Parabéns!

Eliana Scaramal disse...

Meu Deus que coisa mas delicada mas linda! Eu fiquei completamente apaixonada!

anna disse...

Estes docinhos são perfeitos para uma gulosa como eu...

pipoka disse...

Acho o teu blog excelente. Gostava de te perguntar onde é que compraste os recipientes deliciosos (a imitar uma colher'!) nos quais serves a receita dos amuse-bouches de salmão?

Catarina M disse...

Não é para fazer inveja, mas eu provei uma (ou três!) destas delícias e são realmente muuuuuiiiito boas... aliás, já avisei a Juinha para não me usar como cobaia, porque tenho gostado de tudo... e a linha é que sofre!!! Cat M.

semente de sésamo disse...

Cravo: deixo o nome à consideração do sócio ;)... confio na tua originalidade.
Pipoka: as colherinhas vieram do Vietname. Mas a Vista Alegre e a SPAL também já as vendem.

receitinhas da belinhagulosinha disse...

ai,ai agarrem-me senão eu como já o ecrã todo.k maravilha hummmm k delicia...bjokas

Marcel Miwa & Nina Moori disse...

Que delícia, vou anotar agora! Faz tempo que procuro um curso no Brasil sobre confeitaria conventual. bjo, Nina.

Romy disse...

que doce tentação :-D

fezoca disse...

sso deve ser um ceu na terra!! maravilhoso! :-))
bjs,

Irina disse...

Eu adoro doce de ovos...
Ficaram muito lindos, da mesmo vontade de provar um ou dois.
Bjinhos ;)

Natércia disse...

Bem que maravilha dá vontade de comer tudo.um bjs Natércia...

Brites disse...

Um autêntico manjar dos deuses que adorava provar. Também tenho o privilégio de ter ovos caseiros daqueles cuja côr permanece até ao final da receita. Adorei.
Beijinhos.