quinta-feira, 29 de março de 2007

Polvo no forno

Papá, esta é para ti!

Sim, porque lá em casa há uma espécie de maldição com este molusco: à excepção da versão em que o protagonismo é dividido com o arroz, nunca fica tão macio quanto se pretende.
Não posso dizer que este foi o melhor ou o mais tenro polvo no forno que comi.
Mas estava muito saboroso e a tenrura era mais do que aceitável.
Para refeição preparada em meia hora (ok, ok, tive de esperar que o polvo me fizesse a vontade de ficar molinho, o que acabou por atrasar o processo), não se podia ter pedido mais.


1 kg. de polvo congelado
água q.b.
sal q.b.
3 dentes de alho
azeite (o,5 º) q.b.
6 batatinhas para assar
6 pés de brócolos
1 colher de café de vinagre

Deixei polvo a cozer durante uns 40 minutos. Entretanto lavei bem as batatas, temperei-as com sal e levei-as ao forno previamente aquecido. Cozi os brócolos. Quando me pareceu que o polvo já estaria macio, retirei-o, cortei-o em tentáculos, e estendi-o num tabuleiro de forno coberto com o alho picado grosseiramente e regado com bastante azeite. 10 minutos são suficientes. Juntei as batatinhas assadas e os brócolos que ainda beneficiaram ambos de todas as virtualidades do azeite aromatizado com alho e um pequeno toque de vinagre, introduzido na recta final.

3 comentários:

Anónimo disse...

Eu também faço o polvo assim. Cozo primeiro e nunca o faço na panela de pressão porque não gosto e porque não vejo necessidade. Costuma ficar sempre bastante tenro. Cozo com bastante água e sem sal nenhum. Depois coloco num tabuleiro com umas pedras de sal por cima, azeite e alhos e levo ao forno até ficar "crocante". Asso também as batatas e dou-lhes um murro no fim, regando depois tudo com azeite abundante (o dos alhos).
Susana

Juinha disse...

It smells here....

Juinha disse...

It smells here....